Siga por E-mail

terça-feira, 26 de julho de 2011

Eu odeio meninos!

Eu odeio meninos, e os meninos me odeiam.
Eu odeio a forma com que os meninos lidam com a vida.
Eu odeio como os meninos se relacionam com o mundo a sua volta, a sua forma de falar, suas gírias ridículas e suas roupas de moleque.
Eu odeio como os meninos são meninos, não sendo homens e simplesmente brincando com seus carrinhos e viajando em revistas de gente estranha pelada.
Eu odeio os meninos, odeio como são repugnantes, inescrupulosos e machistas, odeio como são safados entre si e puritanos com os outros.
Eu odeio os meninos que se acham no direito de se calarem mas vivendo em pensamento a vida que gostariam de ter, odeio como são hipócritas de dizerem o que os outros querem ouvir, mesmo não sendo o que querem dizer.
Odeio os meninos e odeio todo seu mundo de futebol, corridas, brincadeiras idiotas e porcarias à parte.
Odeio em como possuem o mundo todo no meio de suas pernas.
Odeio os meninos, e odeio me incluir em alguns quesitos da sociedade em como me portar como menino, no que dizer e ser.
Meninos nunca sabem o que fazer, nunca sabem o que dizer, nunca sabem de nada, meninos são fracos e covardes. Meninos são influenciáveis...
Batem, arrotam, falam palavrão, são grosseiros, usam da força a sua arma...
Eu odeio meninos, odeio viver entre meninos e odeio mais ainda não conseguir viver sem eles.

3 comentários:

jennifer evelyn disse...

que shooow, adorei!

Kathllyn disse...

Amei o texto , diz tudo que eu acho sobre os meninos

Anônimo disse...

Eu,quando criança,também não gostava de meninos,às vezes odiava-os,evitava-os e tinha vergonha de ser um deles.
Mas,um dia,os meninos viram homens e melhoram bastante.